Perguntas e respostas da Mayo Clinic: estrias em adolescentes

ESTIMADA MAYO CLINIC: Meu filho de 14 anos cresceu quase 4 pol. (10 cm) no último ano. Notei que ele tem algumas marcas rosas e roxas nas pernas e nas costas. Elas são parecidas com estrias, mas eu achava que elas apareciam somente na gravidez. Estrias são comuns na adolescência? Ouvi dizer que usar manteiga de cacau na pele ajuda a eliminá-las, mas há outras alternativas que podemos tentar?

RESPOSTA: Seu filho pode ter desenvolvido estrias durante o estirão de crescimento. Quando há crescimento ou ganho de peso rápido, especialmente durante a adolescência, é comum que apareçam estrias, tanto em meninas quanto em meninos.

Muitas mudanças acontecem no período da adolescência. Para os adolescentes, algumas mudanças podem ser difíceis de aceitar, principalmente quando relacionadas aos seus corpos e à maneira como eles veem a si mesmos. As estrias podem ser uma dessas mudanças.

Também chamadas de striae distensae ou estrias atróficas cutâneas, elas ocorrem quando a pele estica muito. Elas podem aparecer no abdômen, no tórax, nos quadris, na região lombar e nas coxas. Devido ao colágeno e ao tecido conjuntivo nessas áreas, esticar muito pode causar o aparecimento das cicatrizes roxo-avermelhadas. Com o tempo, elas se tornam mais finas e esbranquiçadas.

Outros fatores que tornam os adolescentes predispostos a estrias incluem risco genético ou histórico familiar de estrias, excesso de peso ou obesidade, gravidez e uso de esteroides tópicos ou orais como a prednisona.

Muitos pais e adolescentes recorrem à Internet para descobrir o que podem fazer a respeito das estrias. O que eles encontram são conselhos para tentar diversas das chamadas “curas milagrosas”, que vão desde borra de café a suco de limão, vitamina E e uma variedade de cremes. Algumas fontes chegam a dizer para cobrir as estrias com filme plástico. Pode ser difícil saber o que é verdade e o que é apenas superstição ou crendice popular.

Remédios caseiros, como manteiga de cacau, óleos de vitamina E e glicol, alegam fazer com que as estrias diminuam ou desapareçam. Provavelmente, eles não ajudarão no desaparecimento das estrias. Mas também não causarão nenhum dano se você os experimentar.

Do ponto de vista médico, as estrias não precisam de tratamento porque elas não são nocivas nem causam dor. Elas geralmente diminuem ao longo do tempo, com ou sem tratamento, mas podem não desaparecer completamente.

Algumas pessoas não gostam da aparência que elas provocam na pele. Se o seu filho estiver preocupado com as estrias, estas são algumas opções de tratamento que podem ajudar:

  • Creme com retinoides

Essa prescrição ajuda a reconstruir o colágeno na pele, o que pode ajudar a deixar o tecido da cicatriz mais parecido com a pele sem danos e melhorar a aparência das estrias.

  • Terapias a luz e a laser

Esses tratamentos ajudam a estimular o crescimento de colágeno ou elastina na pele e podem reduzir a aparência avermelhada.

  • Microdermoabrasão

Um dispositivo portátil que sopra cristais na pele, refinando a camada de pele, o que pode deixá-la com a aparência normal novamente.

Se você estiver interessado em tratar as estrias com creme com retinoides, converse com o pediatra do seu filho ou com um profissional de medicina familiar para obter uma receita. No entanto, você precisará agendar uma consulta com um dermatologista para discutir outras opções de tratamento.

A adolescência é um bom momento para falar sobre a saúde geral da pele. Todas as pessoas, incluindo adolescentes, devem prevenir queimaduras solares, evitando a exposição ao sol entre 10h e 16h, usando protetor solar com fator de proteção solar (FPS) de pelo menos 30 ao longo do ano e evitar o bronzeamento artificial.

Por fim, é importante fazer autoexames na pele regularmente. Todas as diferenças ou alterações, como pintas que se destaquem ou pareçam diferentes de outras pintas, devem ser verificadas com a equipe de cuidados de saúde.  Dr. Kevin Boyd, dermatologista, Sistema de Saúde da Mayo Clinic, Onalaska, Wisconsin

###

Sobre a Mayo Clinic
A Mayo Clinic é uma organização sem fins lucrativos comprometida com a inovação na prática clínica, educação e pesquisa, fornecendo compaixão, conhecimento e respostas para todos que precisam de cura. Visite a Rede de Notícias da Mayo Clinic para obter outras notícias da Mayo Clinic.