Dicas para reduzir o risco de perda de audição

ESTIMADA MAYO CLINIC: Recentemente percebi que com frequência peço para as pessoas repetirem o que estão dizendo e que preciso deixar o volume da TV mais alto do que antigamente. Como posso saber se estou perdendo a audição? Tenho 46 anos. Não sou muito jovem para perder a audição? Posso tomar alguma medida para prevenir a perda de audição?

RESPOSTA: Os ouvidos são uma parte importante do corpo e danos em suas delicadas estruturas internas podem levar a perda de audição e problemas de equilíbrio. As duas coisas podem acontecer de repente ou ao longo do tempo. É comum que adultos tenham perda de audição e problemas de equilíbrio à medida que envelhecem.

Apesar de você achar que é muito jovem para isso, a perda de audição pode ocorrer em qualquer idade devido a inúmeros fatores, incluindo a exposição a ruídos muito altos. Mais de 5 por cento da população mundial, ou seja, cerca de 432 milhões de adultos e 34 milhões de crianças, precisam de reabilitação para tratar perda de audição incapacitante, e estima-se que até 2050, mais de 700 milhões de pessoas (ou 1 em cada 10), terá perda de audição incapacitante, de acordo com a Organização Mundial da Saúde.

As pessoas estão cercadas por ruídos todos os dias. O barulho do trânsito, o zumbido e o ranger das máquinas, pessoas falando, música e conversa no rádio, e aviões sobrevoando nossas cabeças são exemplos disso. A maioria das pessoas não dá importância para esses sons já conhecidos. Geralmente, eles não são altos o suficiente para interferir nas rotinas diárias ou causar dano aos ouvidos. Mas, às vezes, os ruídos são muito altos e alguns deles podem causar danos permanentes.

Os ruídos são medidos com base no nível de decibéis. Um decibel é uma unidade de medida usada para medir a intensidade do ruído de algo.

Em geral, ruídos que estão abaixo de 70 decibéis não causam dando aos ouvidos. Os danos podem ocorrer quando os ruídos estão acima desse nível. Quanto mais alto é o nível de decibéis, maior é o dano que os ouvidos podem sofrer.

Os pacientes frequentemente perguntam: “Quanto é alto demais?” Esta é uma boa regra de ouro: se você precisa gritar para ser ouvido por outra pessoa a um braço de distância, você está exposto a ruídos muito altos.

No entanto, ao longo do tempo, todos os ruídos altos aos quais você se expõe regularmente podem afetar sua audição. Como a perda de audição em geral acontece gradualmente, as pessoas com frequência não percebem o quanto perderam ao longo do tempo. Embora a perda auditiva induzida por ruídos geralmente não possa ser restaurada, o fato de você ter notado mudanças agora, oferece a oportunidade de evitar perdas maiores.

Primeiro, marque uma consulta para verificar sua audição. Apesar de começar com o seu médico de cuidados primários, você pode ser encaminhado para um centro de audiologia e para especialistas diferentes, dependendo do seu caso. Audiologistas são profissionais com formação avançada em todos os aspectos da saúde auditiva e do equilíbrio para pacientes de todas as idades. Eles aplicam testes de audição com frequência. Os especialistas em aparelhos auditivos são treinados para identificar perdas auditivas e fornecer aparelhos auditivos apenas para adultos. Você também pode consultar um otorrinolaringologista ou um otologista,  médicos treinados para lidar com problemas médicos ou cirúrgicos associados ao ouvido.

Fazer um teste de audição é fácil. Normalmente, os ouvidos serão examinados primeiro para verificar se eles parecem estar saudáveis e se você não tem cera bloqueando o canal auditivo. Em seguida, você colocará fones de ouvido para ouvir sons em diferentes tons e volumes. O audiologista determinará quando você ouvirá os vários tons nos níveis mais suaves. Também será solicitado que você repita palavras em volumes suaves e confortáveis, e talvez com ruído de fundo. Em seguida, será feita a prescrição ou o planejamento auditivo que pode incluir aparelhos auditivos.

Aqui estão algumas dicas para melhorar a sua proteção auditiva e evitar perdas maiores:

  • Limite sua exposição a ruídos altos. Faça pausas durante exposição prolongada a ruídos altos.
  • Use proteção auditiva quando participar em atividades com ruídos altos. Procure dispositivos com boa adequação aos seus ouvidos. Todos os dispositivos de proteção auditiva possuem classificação de redução de ruídos. Quanto mais alto o número, maior é a redução que o dispositivo oferece. Certifique-se de usar a proteção auditiva todo o tempo em que você estiver exposto a ruídos altos.
  • Considere o uso de abafadores de ruídos bem ajustados ou dos abafadores de ruídos junto com protetores auriculares para uma redução de ruído maior. Isso é especialmente útil ao usar ferramentas elétricas ou equipamentos de jardinagem barulhentos. Abafadores de ruído especiais também são projetados para o uso de armas de fogo.
  • As crianças também precisam de proteção contra ruídos. Abafadores de ruído especiais estão disponíveis para bebês e crianças pequenas. Certifique-se de limitar o volume em todos os dispositivos pessoais de escuta que seus filhos usam.
  • Coloque acolchoamento sob aparelhos barulhentos e não ligue vários aparelhos ao mesmo tempo.
  • Coloque carpete para absorver o som.
  • Sele janelas e portas para bloquear ruídos do trânsito.

Geralmente, é bom fazer um teste de audição aos 60 anos e depois em intervalos de alguns anos. Como você notou que tem perda auditiva, pode ser recomendado que você teste sua audição anualmente ou quando perceber alguma alteração.

Dra. Jamie Bogle,  otorrinolaringologista  cirurgião de cabeça e pescoço da Mayo Clinic, Scottsdale, Arizona

###

Sobre a Mayo Clinic
A Mayo Clinic é uma organização sem fins lucrativos comprometida com a inovação na prática clínica, educação e pesquisa, fornecendo compaixão, conhecimento e respostas para todos que precisam de cura. Visite a Rede de Notícias da Mayo Clinic para obter outras notícias da Mayo Clinic.