Avanços no tratamento do câncer de pâncreas significam opções e esperança

ROCHESTER, Minnesota — Um diagnóstico de câncer pode ser devastador. E o câncer de pâncreas é o que possui menor chance de sobrevivência de todos os cânceres conhecidos. Isso porque, quando diagnosticado, ele geralmente já está disseminado. O Dr. Mark Truty, cirurgião oncologista da Mayo Clinic, diz que o estigma do diagnóstico pode fazer com que as pessoas se sintam sem esperança. Ele gostaria que as pessoas com câncer de pâncreas soubessem que os avanços no tratamento significam que há mais opções disponíveis do que nunca.

“Se você considerar câncer de mamacâncer de próstatacâncer de pulmãocâncer de cérebro, o câncer de pâncreas continua a ter a menor chance de sobrevivência de todos os cânceres”, diz o Dr. Truty.

Mas a chance de sobrevivência é maior agora do que era antes. Isso se deve em parte aos avanços na abordagem de tratamento do câncer, diz o Dr. Mark Truty.

Os pacientes que podem fazer a cirurgia de câncer de pâncreas vivem por mais tempo do que aqueles que não podem. Infelizmente, no passado, a cirurgia não era uma opção para a maioria dos pacientes. Mas a melhora na quimioterapia gerou grandes mudanças. Atualmente, mais pacientes são considerados candidatos para a realização da cirurgia curativa.

“Os pacientes que podem se submeter à quimioterapia antes da cirurgia tendem a ter resultados muito melhores do que tinham historicamente”, diz o Dr. Truty.

Isso inclui os pacientes que podem ser sido considerados inoperáveis em outros locais devido a tumores complexos envolvendo vasos sanguíneos. A Mayo Clinic é o primeiro e único centro que usa a tomografia por emissão de pósitrons ou PET, para ajudar a determinar se a quimioterapia é eficaz.

“É isso que queremos ver no início: queremos ver um tumor se iluminando muito antes da quimioterapia. E, após a quimioterapia, queremos vê-lo desaparecer, que é a atividade que sugere que a quimioterapia foi eficaz. E então, quando finalmente operamos esses pacientes e removemos os tumores, o patologista nos diz que todo o câncer está morto”, explica o Dr. Truty.

O principal objetivo de qualquer paciente com câncer de pâncreas é prolongar sua vida e manter ou melhorar sua qualidade de vida. Avanços como esse estão dando esperança aos pacientes.

“Sem dúvida, eles devem ter esperança”, diz o Dr. Truty.

Para obter mais informações, visite Rede de Notícias da Mayo Clinic e MayoClinic.org.

 

###

Sobre a Mayo Clinic

A Mayo Clinic é uma organização sem fins lucrativos comprometida com a inovação na prática clínica, educação e pesquisa, fornecendo compaixão, conhecimento e respostas para todos que precisam de cura. Visite a Rede de Notícias da Mayo Clinic para obter outras notícias da Mayo Clinic.

Contato de mídia: Sharon Theimer, Comunicações da Mayo Clinic, [email protected]